Altenburg - Bem dormir Bem viver
29
setembro

E que venha a baguncinha!

Definição para filhos: pessoinhas que só nos trazem alegrias, nos surpreendem a cada instante, dão sentido à nossa vida todos os dia e que…fazem uma baguuuuunça…rsrs.

Não conheço uma mãe sequer que não tenha desejado pelo menos uma vez, que o quarto das crianças fosse organizado. Eu, com a minha pequena Lorena, no auge dos seus dois anos e meio, vivo testando fórmulas para deixar a princesinha livre no espaço dela, sem que eu fique maluca.

Descobri uma expert de primeira, a Ana Maria Afonso, consultora de organização pessoal, residencial e empresarial, que me deu dicas fáceis de colocar em prática !

O primeiro conselho é atenção aos detalhes para garantir segurança e conforto. Na hora de escolher os móveis, prefira modelos básicos e adequados à cada faixa etária, atendendo às necessidades da criança.  Certifique-se de que o quarto tenha boa insolação, ventilação e espaço livre para os pequenos sentirem-se à vontade.

Quarto bem iluminado, arejado e com enxoval Kids Malha, da Altenburg

Uma ideia econômica é fazer com que os móveis acompanhem a criança até a pré-adolescência, acrescentando alguma peça (mesa para estudos, cadeira por exemplo), mudando a altura de prateleiras e cabideiros  e trocando  apenas  os itens decorativos.

Brincadeira não pode ser sinônimo de alergias, certo? Para evitar que os brinquedos acumulem poeira, faça rodízio dos brinquedos principalmente aqueles expostos nas prateleiras ou sobre a cama. Aspiração semanal e  higienização  não devem ser esquecidas!

Almofada que guarda bichinhos de pelúcia- Squidoo


O uso de cestos , nichos, prateleiras permite criar um ambiente divertido. Mesmo os menorzinhos podem ser incentivados a colocar seus brinquedos no lugar quando os itens de organização fazem parte da brincadeira. Uma caixa que lembre um baú de pirata ou  um castelo, um cabideiro em formato de árvore, etc…

Foto: Decoração de Quartos

O principal é tornar o quarto da meninada num porto seguro para elas, um lugar onde possam se expressar. Essa postura já confere ao ambiente personalidade. Reforce o interesse das crianças com livros , instrumentos musicais, equipamento de esportes, de acordo com a etapa de crescimento. Não padronizar a decoração é uma forma de incentivar o desenvolvimento.

Foto: Sting and Paper

Ana Maria Afonso
Consultora de organização pessoal, residencial e empresarial
blog: http://anaafonsopersonalorganizer.wordpress.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Quatro dicas para cuidar bem do seu travesseiro
Problemas para dormir no verão? Três ajustes simples podem ajudar
Vai casar em 2018? Confira dicas para fazer a lista de presentes
Como deixar a sua toalha bem cuidada na praia ou piscina
1234